Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

POR QUE AS CRIANÇAS PRECISAM DE REFERÊNCIAS E MENTORES?

O EXEMPLO É O MELHOR MESTRE

É sabido que o exemplo é o melhor método de ensino para as crianças. Elas aprendem observando o que os adultos ao seu redor fazem. Por isso, os pais ou  responsáveis, os parentes e familiares, os professores e os profissionais da educação são aqueles que guiam as condutas e ações dos pequenos. Além disso, esses vínculos também contribuíram para o processo de formação cognitivo e social das crianças, principalmente na primeira infância. São as chamadas referências, mentores e mestres das crianças.

Os pequenos que crescem com essas diferentes relações conseguem compreender melhor as bases da sociedade. Esses vínculos apuraram o senso de vivência em comunidade e ajudaram na construção de uma identidade no grupo.

No mundo atual, em que a tecnologia está em todas as áreas da vida e passa a dominar a educação, as funções de referências e mentores se tornam ainda mais importantes para a formação dos pequenos. Serão elas que contribuíram para uma educação mais humana e para que, no meio de tantas informações, as crianças saibam ter discernimento para saber escolher o que for melhor para elas. Esses vínculos são os guias das crianças para encararem um mundo ainda tão desconhecido e novo.

MAS, AFINAL DE CONTAS, QUEM SÃO AS REFERÊNCIAS DAS CRIANÇAS?

Mentor Referência Crianças Box Kids ClubAs referências são as pessoas mais próximas das crianças, aqueles que estão sempre por perto. Geralmente essas pessoas são da família, como os pais ou responsáveis. Mas também pode ser os avós, tios e todos aqueles que convivem com os pequenos.

As crianças começam a compreender o mundo através dessas referências. É essa relação que vai ensinar aos pequenos desde as coisas mais básicas como comer, falar e andar, até o entendimento do funcionamento da sociedade. É por esse contado que as crianças vão formar os seus valores, moral e crenças. Ter uma boa relação com os filhos faz com que eles cresçam mais confiantes e tenham mais apego a aprendizagem e a leitura, por exemplo. 

Mas esses valores não podem simplesmente ser impostos pelos pais como teoria, é preciso que os adultos os façam para que as crianças copiem. É o que explica a psicóloga infantil e terapeuta familiar Adriana Ronchetti : “Filho não aprende, filho copia. Gosto desse trocadilho, que nem sempre dá para ser levado ao pé da letra, mas explica perfeitamente como a criança é reflexo do ambiente que vive. Os adultos, que são as referências, formam, organizam e mostram um caminho”.

Segundo o documento Importância dos Vínculos Familiares na Primeira Infância, elaborado pelo Comitê Científico do Núcleo Ciência Pela Infância , esse vínculo, que é constituído através das atividades de cuidado cotidiano, também contribui para a boa formação do cérebro, órgão que é “construído” ao longo dos primeiros anos de vida, e no desenvolvimento saudável do emocional das crianças.

E QUEM SÃO OS MENTORES E MESTRES?

Mentores Mestres Crianças Box Kids ClubJá o conceito de mentores e mestres está mais relacionado com educação escolar e estímulos criativos. Os mentores normalmente são uma figura adulta ou um pouco mais velha que o mentorado, de relação não parental com a criança, que fornecerá orientação, suporte e companhia. A mentoria tem como objetivo ajudar os pequenos a desenvolverem suas habilidades e personalidades, incentivar na aprendizagem e a melhorar seu desempenho para alcançar seus objetivos.

A mentoria é trabalhada através de conselhos e atividades reflexivas, durante um período de tempo. Pode ser realizada de forma formal ou informal, no contexto escolar ou comunitário. O processo contribui principalmente com o desenvolvimento socioemocional e instrumental.

Usando essa técnica de estimular as crianças a pensar e criar soluções para problemas, é possível trabalhar nos pequenos a criatividade, o voluntariado, entre outras questões do nosso tempo. Isso ajudará a criança a se sentir parte do mundo que vivemos, e consequentemente, diminuirá a sensação de angústia nos pequenos.  

Já os mestres são os docentes que farão a criança adquirir conhecimento amplo e teórico sobre o mundo. Com o uso cada vez mais difundido da tecnologia no processo de educação, sendo possível aprender sem necessariamente ir a uma sala de aula, o professor será cada vez mais uma espécie de tutor, que irá orientar a criança no caminho a ser seguido e no que ela deve fazer para alcançar seus objetivos.

No entanto, para que as crianças cresçam com boas orientações e saibam qual o melhor caminho a ser trilhado, é importante que todas essas representações (referências, mentores e mestres) trabalhem em conjunto, e que não apenas uma pessoa faça todos esses papéis. Adriana ressalta a importância dessas três figuras na vida dos pequenos, e que cada uma delas deve exercer a sua função: “Cada um tem uma representação na vida da criança, e devem trabalhar como um time. Além de entender as diferenças entre cada figura, ela não fica refém de uma única imagem”.

A IMPORTÂNCIA DE TREINAR A MENTE

Mentores Referências Crianças Box Kids ClubCom o treinamento da mente as crianças irão aprender a identificar e refletir sobre seus pensamentos e sentimentos, e como lidar e reagir frente a eles. Assim podem focar melhor naquilo que realmente importa para alcançar seus objetivos.

Para o Laboratório de Pesquisa e Inovação em Educação para a América Latina e Caribe , os projetos de mentoria escolar com maiores chances de sucesso são aqueles que deixam a estrutura e as expectativas do trabalho claras, e que os mentores possuem capacitação e experiência profissional.

Na educação, a mentoria exerce o papel pedagógico, que irá promover as competências pessoais, sociais ou técnicas, levando as crianças a desenvolver confiança, resiliência e caráter. Para a psicóloga Adriana, esse trabalho de treinar a mente é importante para a autoestima dos pequenos, um processo que é adquirido de dentro para fora. “O melhor caminho da mentoria é estimular a criança, independente da idade dela, a pensar como pode construir e criar soluções frente ao que ela está vivendo. Esse processo fará a criança criar autoestima”,  diz.

Na mentoria, a criança recebe orientações e incentivos para atingir seus objetivos. Os incentivos fazem com que o mentorado acredite no seu potencial e assim consiga monitorar suas ações para chegar no objetivo almejado.

Na psicologia essa promoção de incentivos é chamada de Efeito Pigmaleão. O efeito parte da ideia de que, criar expectativas sobre alguém faz com que essas expectativas se tornem reais. Portanto, ao incentivar e promover as ações dos pequenos estamos fazendo com que eles acreditem no seu potencial, continuem em busca de seus objetivos e confiantes naquilo que fazem.

“A criança que cresce acreditando na força e no potencial dela é a criança que tenta fazer, erra, não desiste, persiste e consegue fazer. Isso pode ser até mesmo com coisas simples do dia a dia” explica Adriana. Para treinar isso nas crianças podemos começar perguntando o que os pequenos estão aprendendo com uma determinada situação, ou o que podemos fazer para mudar algo.

Valorizar as conversas com as crianças e escutar atentamente o que eles têm a dizer os farão crescer com confiança, autoestima e acreditando no que fazem.

E NA PANDEMIA

Mentores Referências Crianças Box Kids ClubCom relação à pandemia e ao isolamento social, os pais ou responsáveis podem acabar exercendo mais de uma dessas funções, até para manter uma rotina para as crianças e para não perder um vínculo com a escola e os estudos. Porém, o trabalho entre essas figuras deve continuar sendo de parceria.

Para a psicóloga, o importante neste tempo é mostrar o lado humano, sendo firme e afetivo. Isso não quer dizer ser um robô sem reação ou negar o problema; os adultos podem demonstrar estarem se adaptando ao problema e as dificuldades, mas passar segurança e pensar junto com as crianças é essencial. “A maneira como você, que é a referência, irá agir perante o cenário atual da pandemia, é a maneira que a criança irá aprender a enfrentar situações adversas como essas”, diz Ronchetti.

Para os professores e mestres, a dica é colocar os alunos para pensarem, abrindo a conversa. Ou seja, ser a referência mas perguntar, abrir a roda para que as crianças falem o que estão pensando sobre aquilo e o que elas podem fazer para mudar ou ajudar nesta situação.

BOX KIDS CLUB É UMA EXCELENTE FERRAMENTA PARADIDÁTICA

pARADIDÁTICO bOX kIDS cLUBBOX KIDS CLUB acredita no potencial das crianças. Nosso objetivo é ajudar os pais e responsáveis a estimularem a curiosidade e a criatividade das crianças através de nossas atividades. Todo mês a caixa traz um novo tema em livros, projetos e materiais criativos. O material fornecido ajuda o seu filho a ter mais interesse pelo tema e pela leitura.

A nossa revistinha CRI@TIVIDADE apresenta ideias de projetos para realizar com os materiais criativos enviados na caixa, e até mesmo reciclando sucata caseira. As crianças têm mais interesse por um tema e leitura quando realiza atividades conectadas.

Através de projetos criativos, buscamos explorar o potencial dos pequenos. Acreditamos que a confiança criativa ajuda as crianças a pensar grande e agir como criadoras e produtoras, em vez de apenas consumidoras. Com BOX KIDS CLUB seu filho soltará a imaginação.

Todos os nossos conteúdos são selecionados por profissionais como pedagogos, psicólogos e terapeutas ocupacionais, e são utilizados por vários educadores como material paradidático.

Leia mais:

APRENDIZADOS DO HOMESCHOOLING
ENRIQUECENDO O APRENDIZADO COM CRIATIVIDADE E LEITURA
Giovanna Bicalho
Giovanna Bicalho

Jornalista para Box Kids Club e apaixonada por literatura clássica.

Giovanna Bicalho
Giovanna Bicalho

Jornalista para Box Kids Club e apaixonada por literatura clássica.

5/5

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Siga-nos: