Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

POR QUE ESTIMULAR O INTERESSE DA CRIANÇA PELA LEITURA?

OS BENEFÍCIOS DA LEITURA

O livro é o principal aliado do desenvolvimento cognitivo. Ou seja, ele ajuda na capacidade de se concentrar, pensar e compreender. É na leitura que a criatividade e a imaginação se formam e são potencializadas.

Para saber mais os efeitos da leitura no desenvolvimento cognitivo, clique no link no final da matéria.

É importante a criança criar suas próprias imagens mentais e não somente consumir conteúdos prontos como nos vídeos. Por meio dos livros, descobre formas, cores, movimentos e ilustrações. Aprende um novo vocabulário, aprimora a escrita e ganha conhecimento sobre o mundo. A leitura contribui na formação do pensamento abstrato e do raciocínio lógico.

Um estudo publicado no periódico Pediatrics, da Associação Americana de Pediatria (AAP), diz que ler em voz alta melhora a memória e a inteligência dos pequenos, a cognição dos pais e fortalece o relacionamento familiar. A leitura em conjunto dá liberdade para a criança poder opinar e falar o que pensa com mais facilidade.

“O livro ajuda a construir sua personalidade de certa forma. A criança consegue ter uma outra interpretação do mundo, e isso faz com que ela tenha argumentos para validar suas opiniões, como também invalidar a opinião do outro a partir do seu próprio conhecimento”, diz Liliane Barroso, pedagoga e psicopedagoga especialista em autismo.

Assim como a cognição, a habilidade socioemocional também se amadurece através da leitura. Histórias infantis que abordam o tema empatia, por exemplo, ajudam as crianças a lidarem melhor com seus sentimentos em relação ao próximo. Diante disso, conseguem enfrentar dúvidas e medos, conquistar sonhos e se fortalecerem.

Quer saber mais sobre a importância da leitura na infância? Clique no link do final da matéria!

A FALTA DE LEITURA NA VIDA DAS CRIANÇAS

A falta da colaboração dos pais em construir o interesse do filho em ler traz consequências ao longo de seu aprendizado escolar e no futuro. Ele irá desenvolver dificuldades em escrever e se expressar em um texto, erros ortográficos e como ordenar as palavras. Além disso, está sendo cada vez mais comum a abreviação de palavras por causa da linguagem utilizada no meio virtual.

“Na escola, às vezes a criança vai mal na prova porque ela lê muito rápido e não se concentra na organização das palavras que acabou de ler. A falta de concentração atrapalha na sua interpretação”, alerta Liliane.

Outro efeito é o desinteresse pela literatura clássica brasileira. A partir de uma certa idade, as escolas passam a obrigar a leitura dessas obras que são cobradas em provas e vestibulares. O primeiro contato não é motivador, e passam a não gostar desse tipo de literatura, considerando-a de difícil compreensão.

No futuro, a criança que não lê apresentará falta de criatividade, concentração, argumentação, vocabulário fraco, senso crítico e péssima comunicação.

TRUQUES DE INCENTIVO A LEITURA

Com as medidas de isolamento social adotadas a respeito da prevenção do coronavírus, a família está ficando em casa. Aproveite o período para incentivar e despertar nos filhos o interesse pelos livros. É uma forma de ajudar a amenizar as emoções, como a ansiedade, que estão mais sensíveis neste momento. 

De acordo com Liliane, uma ótima dica é mostrar para os filhos que as respostas que procuramos estão nos livros. Quando a criança fazer uma pergunta sobre algo, os pais não podem dar uma resposta pronta ou deixarem para responder mais tarde. Porque, dessa forma, o interesse e a curiosidade somem. “Os pais devem ter uma postura do tipo ‘Vamos ver se tem algum livro que responde essa sua pergunta?’. Ir pesquisar qual livro é o indicado, comprar e ler juntos”. 

O interesse pela leitura é construído. Não é para deixar em contar as histórias só na hora de dormir, e sim a qualquer momento. Quanto mais contato o pequeno ter com o livro, melhor. Portanto, incentivos regulares como ler, comprar livros e levar a criança para livrarias, bibliotecas e eventos literários são bem vindos.

MAIS DICAS

  • Faça perguntas sobre o livro: o que ela mais gostou, por que gostou, qual seu personagem preferido etc;
  • Faça desenhos e atividades relacionadas a história;
  • Monte um cantinho da leitura: a criança estará em contato com os outros livros que já leu, e se sentirá confortável no novo espaço;
  • Faça brincadeiras relacionadas à história;
  • Explore a imaginação e a criatividade do pequeno: incentive-o a pensar em novos caminhos que a história pode tomar.

QUAIS TIPOS DE LIVRO OFERECER?

O incentivo a leitura tem que começar desde a primeira infância. Oferecer ao bebê livros de figuras, interativos e que sejam resistentes. O livro de banho, que é de plástico, é uma boa opção: o bebê já pode começar a interagir com ele enquanto estiver tomando banho.

“Para uma criança de 3 anos, os pais podem oferecer um livro que tenha poucas frases com letra bastão, bem colorido, com bastante personagem, que reforce as letras do alfabeto, ou números, ou formas geométricas”, sugere Liliane.

Durante o crescimento o gosto da criança vai mudando, e isso tem que ser respeitado. Mude o estilo e o tema dos livros de acordo com os seus interesses. Há vários gêneros como contos, ficção científica, animais, poesia e não-ficção. É legal deixá-la escolher, afinal a literatura infantojuvenil é rica em opções.

Liliane também propõe a inserir os conteúdos escolares através dos livros de uma forma discreta e agradável: “No segundo ano escolar, trabalhamos com cantos de encantamento, aliteração e rima. É o processo de alfabetização da criança. Os pais podem escolher livros com esse contexto, pois já treina a criança para ter um pouco de conhecimento”.

BOX KIDS CLUB E O ESTÍMULO À CRIATIVIDADE E LEITURA

Os curadores do Box Kids Club acreditam que a criança tem mais interesse por um tema e por ler quando interage com a história e com o livro. Por este motivo estimulam a criatividade das crianças com temas, materiais e projetos que se conectam e interagem. Além de aumentar o interesse por ler, o fazer estimula o cérebro a aprender mais.

Nosso cérebro esquece 80% do que lemos em menos de 24 horas mas aprende quase 80% do que fazemos com interesse. Por isto nos surpreendemos com as crianças quando sabem nomes complicados de Dinossauros ou conhecem melhor os planetas do sistema solar!

Criatividade e Leitura são importantes estímulos no desenvolvimento das crianças.

Leia mais:

ENRIQUECENDO O APRENDIZADO COM CRIATIVIDADE E LEITURA

A LEITURA NA INFÂNCIA

Pietra Bastos
Pietra Bastos

Jornalista para a Box Kids Club e apaixonada pelo mundo da literatura.

Pietra Bastos
Pietra Bastos

Jornalista para a Box Kids Club e apaixonada pelo mundo da literatura.

5/5

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Siga-nos: